Quarta-feira, 7 de Abril de 2004

PROIBIÇÕES...AUTORIZAÇÕES

 


O dia a dia do cidadão comum – esse cuja missão principal na vida é participar subliminarmente na grande-massa que é absolutamente fundamental para que haja sobre quem exercer o poder – é um constante jogo de cintura para não chocar com as incontáveis proibições, cumprir o rol infindável das obrigações, conseguir as omnipresentes licenças e autorizações. Este jogo ocupa mais de 90% do cérebro do supracitado cidadão enquanto está acordado (e em percentagem variável enquanto dorme … nos pesadelos) o que, conjuntamente com os medos estrategicamente semeados, o torna chateado mas dócil, descontente mas cansado, insatisfeito mas indeciso, angustiado, impotente, alienado…


Também há primatas vestidos que bem merecem ser controlados 24 horas por dia. Alguns deles dão mesmo o cu e três tostões para enriçar permanentemente. É a segunda pior raça a seguir à dos poderosos.   


Publicado por anarka às 18:24
LINK DO POST | Comentar | Adicionar aos Favoritos
3 comentários:
De Anónimo a 18 de Abril de 2004 às 16:53
eu sou uma gande TS como diz o meu amigo Alberto (tudo junto). sou uma exibicionista. prontos. Cândida
</a>
(mailto:mcasa86@hotmail.com.)


De Anónimo a 8 de Abril de 2004 às 11:34
Li as tuas palavras e senti uma tristeza grande pois somos todos um pouco assim, é o descontentamento contente geral. Será que não podíamos mudar este estado de coisas? Talvez se conseguíssemos interiorizar que somos o motor que pomos a máquina a andar, sem medos e plenos das nossas obrigações mas também dos nossos direitos. Os primatas de que falas sempre existiram mas os de hoje são bem mais perigosos porque usam e abusam como nunca, da apatia geral. Beijito para ti e fica bem.aspasaspas
</a>
(mailto:aspasaspas@sapo.pt)


De Anónimo a 7 de Abril de 2004 às 20:06
Era costume dizer-se "é proibido proibir!" mas, tens razão, agora as coisas funcionam noutros moldes. XauParêntesis
(http://conversasacidas.blogs.sapo.pt/)
(mailto:parentesis@sapo.pt)


Comentar Post