Terça-feira, 25 de Abril de 2006

O PADRINHO...

 

 

ANA’KRÓNIKA.IV

ANA’KRÓNIKAS são relatos impossíveis de colocar rigorosamente no tempo, retirados da memória onde jazem sob grossas camadas de fantasia, não sendo, portanto, nem verdadeiros nem falsos...)

 

 

           

 

 

 

            O vizinho Barrote era perdido por matanças. O bom comer, o bom beber e a alegria que toda a matança proporcionava eram uma tentação insuperável.

 

            Não podia, portanto, o vizinho Barrote deixar de incentivar a família Pontes, co-inquilinos lá do prédio, a criar um leitãozinho para aproveitar o chiqueiro desabitado do quintal. Prometia todo o apoio na alimentação do animal e todas as diligências que haveriam de levar à inevitável matança.

 

            Eram abundantes as "lavagens" que o vizinho Barrote fornecia: os restos da comida das próprias refeições, as águas da lavagem das loiças, lâminas de barbear usadas, lâmpadas fundidas, conchas de lapas e cascas de santolas, latas de conservas, peúgas...

 

            Passaram meses e meses e o bicho pouco medrou. Triste, inchado e guedelhudo , assemelhava-se a uma bola de basquete felpuda. Não era bonito de ver! Era certamente da raça do bicho, costumava o vizinho esclarecer os proprietários do infeliz!

 

            Em Novembro fazia frio e o leitão completava ano e meio de idade. O vizinho Barrote, desconfiado quanto a melhorias e impaciente quanto à festança, resolveu, na qualidade de “padrinho” do porco, aconselhar os Pontes a fazer a matança no 1º de Dezembro.

 

            Na madrugada do dia foram ao curral e levaram o “afilhado” ao colo para o fundo do quintal, deitaram-no sobre a cadeira da avó Pontes e às 6 e meia em ponto espetavam-lhe a faca nas goelas. Acto contínuo o bicho como que esvaziou ficando-se pela metade do volume que tivera enquanto vivo. O vizinho Barrote explicou imediatamente que era, afinal, um problema de gazes!

 

            Num ápice, sob as instruções do “padrinho”, sucederam-se as operações de limpeza do cadáver...entretanto, o próprio já cozinhava os primeiros petiscos: uma especialidade confeccionada com a focinho e os pezinhos do falecido. Cheirava maravilhosamente e, à conta disso, serviram-se várias rodadas de bom vinho.

 

            Por volta das quatro horas da tarde não restava uma febra de carne nem um pingo de aguardente e toda a gente se sentia muito feliz. As crianças jogavam à bola com a pequena beXiga do desditoso animal. Os mais idosos jogavam ruidosamente à “sueca”. À parte, o vizinho Barrote tentava entusiasmar o Pontes a arranjar-lhe um “afilhado” novo...

 

RUBRIkAS:

Publicado por anarka às 13:28
LINK DO POST | Comentar | Adicionar aos Favoritos
1 comentário:
De mauricio_102 a 2 de Junho de 2006 às 21:20
.
Olá Bloguer. Não há para aí uns artigos sobre ENERGIA SOLAR ?!?!?!

CONCURSO SOLAR PADRE HIMALAIA - Edição 2006: Divulgação das ENERGIAS RENOVÁVEIS.

Em http://www.cienciaviva.pt/rede/energia/himalaya2006/home/

Ou em http://www.cienciaviva.pt/home/ / Concurso Solar Padre Himalaya / Uma iniciativa da SPES para a divulgação das energias renováveis, com o apoio da Ciência Viva.


CURIOSIDADE: Uma Cidade Renovável. Ver http://www.energiasrenovaveis.com/html/canais/cr/cr.htm


PROPOSTA DE MELHORIA:

As praias da costa Portuguesa estão a ser “comidas” pelo mar.

Construam DIQUES PROTECTORES que sejam PLATAFORMAS GERADORAS de ENERGIA DAS ONDAS?


José da Silva Maurício

Braga, 19.4.2006


Divulgação das ENERGIAS RENOVÁVEIS. Concurso Solar Padre Himalaya.

http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt


Comentar Post

Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


procurar neste blog

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

KOISAS RECENTES

"RAP" DISSÍLABO.

UM QUARTO PARA DESCANSAR,...

ESTAR NO 1º ANDAR

UM HALL, UM WC, UMA ESCAD...

A SALA

A COZINHA

A NOVA CASA

AS FORÇAS DA PRIMAVERA.

AS NUVENS, A RIBEIRA E O ...

QUARESMA.

...NO DIA DE S. JOÃO...

A CRISE

PINTADAS DE FRESCA

O FOGÃO

ANGRA ANTIGA E NAIF

LATAS, GARRAFAS E FRASCOS...

DESENHO

COMEMORANDO...

TEATRO

PEQUENÍSSIMA

O SILÊNCIO E O ESCURO

A DIFERENÇA

MONSTROS E MAMARRACHOS

O PÃO E O PETRÓLEO

A CASA PRETA

PAGO PARA VER

MUSAS

DIA MUNDIAL ? DA CIANÇA

SEGUNDA FEIRA

RESTOS

KOISAS VELHAS

Novembro 2010

Outubro 2010

Abril 2010

Março 2010

Junho 2009

Outubro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Junho 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Abril 2005

Setembro 2004

Agosto 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

RUBRIkAS

ana'krónika(8)

kritik'ando(11)

mitografias(4)

pir'opos(2)

pro''postas(7)

todas as tags

subscrever feeds

SAPO Blogs