Sábado, 17 de Março de 2007

A CEGUEIRA DA JUSTIÇA

 

 

 

 

KRITIK’ANDO .I

(KRITIK’ANDO são reparos sobre coisas que nos saem ao caminho e nos alteram o resto do dia...)

 

 

 

 

 

 

 

           Ouvimos tantas vezes da boca dos mais variados protagonistas, que temos um “quadro legal” muito bom com uma excelente “moldura penal”. Ficamos logo a saber que, ao contrário do que geralmente pensamos, o “retrato” da nossa justiça é uma “obra prima”.

 

            O que esses “artistas” nos estão a dizer é que as leis que fazem o favor de nos dar são perfeitas. Porquê então tanta anormalidade?

            É certamente quando se aplicam (ou deixam de aplicar) tais pérolas legais que se borra a pintura toda!

 

            O sacrossanto princípio da igualdade perante a lei que fala em não descriminação em razão do sexo, raça, opção política, religião, poder económico, blá blá blá, ignora totalmente a existência de uma espécie de “patentes” que os cidadãos ostentam aos olhos dos executantes dos vários níveis do poder. “Patentes ” de resto muito difíceis de definir pela sua subtileza e infinita diversidade.

 

            Um determinado tratamento tanto pode ser aplicado por se tratar de um “gajo porreiro”, um “amigalhaço”,um “tipo muiiiiiiito chaaaato ” ou “muito influente”, um “sujeito que manda muiiiito estilo”... ou um que “não é nada de nada”. Este último “posto” que é, obviamente, o mais numeroso é o de “cidadão raso”.  Verdadeiramente é para estes que a lei é igual-para-todos e, coitadinha ... cega!

 

            Ilustrando:

-um “cidadão raso” precisa pedir uma licença específica para “montar andaime” com vista à pintura da fachada de sua casa. Obtém-na três meses após o pedido estando já a fachada pintada pois havia um contrato datado com o pintor;

-um cidadão da “patente” “ex-titular de cargo público de relevância” faz obras intermináveis numa rua da cidade, sem protecção, que danificam a via pública tornando-a perigosa, incomodam tudo quanto lá passa, sabe-se lá com que licença.

 

            Tudo graças à cegueira da lei!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RUBRIkAS:

Publicado por anarka às 13:31
LINK DO POST | Comentar | Adicionar aos Favoritos

Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


procurar neste blog

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

KOISAS RECENTES

"RAP" DISSÍLABO.

UM QUARTO PARA DESCANSAR,...

ESTAR NO 1º ANDAR

UM HALL, UM WC, UMA ESCAD...

A SALA

A COZINHA

A NOVA CASA

AS FORÇAS DA PRIMAVERA.

AS NUVENS, A RIBEIRA E O ...

QUARESMA.

...NO DIA DE S. JOÃO...

A CRISE

PINTADAS DE FRESCA

O FOGÃO

ANGRA ANTIGA E NAIF

LATAS, GARRAFAS E FRASCOS...

DESENHO

COMEMORANDO...

TEATRO

PEQUENÍSSIMA

O SILÊNCIO E O ESCURO

A DIFERENÇA

MONSTROS E MAMARRACHOS

O PÃO E O PETRÓLEO

A CASA PRETA

PAGO PARA VER

MUSAS

DIA MUNDIAL ? DA CIANÇA

SEGUNDA FEIRA

RESTOS

KOISAS VELHAS

Novembro 2010

Outubro 2010

Abril 2010

Março 2010

Junho 2009

Outubro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Junho 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Abril 2005

Setembro 2004

Agosto 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

RUBRIkAS

ana'krónika(8)

kritik'ando(11)

mitografias(4)

pir'opos(2)

pro''postas(7)

todas as tags

subscrever feeds

SAPO Blogs